Mulher de Moro critica imprensa: ‘Separam o joio do trigo e publicam o joio’

A mulher do juiz federal Sérgio Moro criticou em sua conta no Instagram o trabalho da imprensa. Rosangela Moro usou uma imagem de 1 cacho de bananas em cima de uma edição da Folha de S.Paulo amassada.

Na descrição, diz: “Imprensa… para o bem e para o mal. Separam o joio do trigo e publicam o joio.”

A crítica de Rosangela ocorre após a revelação de que Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato em 1ª Instância no Paraná, recebe auxílio-moradia mesmo possuindo imóvel próprio em Curitiba (PR), onde trabalha. A informação foi publicada pela Folha de S. Paulo e confirmada pelo Poder360.

Receba a newsletter do Poder360
todos os dias no seu e-mail

A imagem usada pela advogada é uma reprodução da edição especial em comemoração aos 95 anos da publicação paulista. eis a publicação de Rosangela Moro:

Moro aproveitou uma decisão liminar do ministro Luiz Fux, do STF (Supremo Tribunal Federal), para receber o benefício de R$ 4.378. As informações sobre salários dos magistrados são públicas. No caso de Sérgio Moro, estão disponíveis no site do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região), responsável pelo pagamento.

MARCELO BRETAS

O juiz responsável pela Lava Jato no Rio, Marcelo Bretas, também é beneficiado pela medida. Ele e sua mulher, também juíza, recebem o auxílio-moradia mesmo morando juntos —situação vetada pelo CNJ (Conselho Nacional de Justiça).

A AGU (Advocacia Geral da União) pediu que a Justiça do Rio remeta à análise da 2ª Instância a decisão que autorizou o benefício.

Após a divulgação da informação, Bretas reagiu com sarcasmo em sua conta no Twitter: “Talvez devesse ficar chorando num canto, ou pegar escondido ou à força. Mas, como tenho medo de merecer algum castigo, peço na Justiça o meu direito”, disse. Logo depois, apagou a publicação. Na 4ª feira (30.jan), o juiz anunciou sua saída da rede social.

REAÇÕES

As revelações sobre os auxílios-moradia dos magistrados provocou reações irônicas por grupos críticos à atuação do Judiciário. A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), disse que “alguém” tem de explicar a Moro que o “povo não tem esses artifícios para se proteger”.

Outros grupos usaram memes para criticar os benefícios:

Outro meme compara o auxílio-moradia com o provérbio: “Dê 1 peixe a 1 homem faminto e você o alimentará por 1 dia. Ensine-o a pescar, e você o estará alimentando pelo resto da vida”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *