IBGE: falta emprego para 26,4 milhões de brasileiros

Até o fim de 2017, faltava trabalho para 26,4 milhões de brasileiros. É o que revela a Pnad-Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua) divulgada nesta 6ª feira (23.fev.2018) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Eis a íntegra.

Dados mostram que, no 4º trimestre de 2017, 23,6% da população estava desocupada, subocupada por insuficiência de horas ou integrava a chamada força de trabalho potencial.

No 3º trimestre de 2017, essa taxa foi de 23,9% e, no 4º trimestre de 2016, de 22,2%. Já a taxa média anual para 2017 ficou em 23,8%.

Entre as unidades da Federação, o Piauí (40,7%), a Bahia (37,7%) e Alagoas (36,5%) apresentaram as maiores taxas de subutilização da força de trabalho.

As menores taxas foram em Santa Catarina (10,7%), Mato Grosso (14,3%) e Rio Grande do Sul (15,5%).

DESEMPREGO

A taxa de desemprego no Brasil ficou em 11,8% no 4º trimestre de 2017. Este índice é 0,6 ponto percentual abaixo dos valores registrados 3 meses antes. Cerca de 12,3 milhões de brasileiros estavam desocupados no fim do ano.

No Rio de Janeiro, o número de desempregados cresceu 157% em 3 anos. Em 2014 eram 494 mil. Saltou para 1,2 milhão em 2017. Eis uma tabela:

REGIÕES

Ainda na comparação com o 3º trimestre de 2017, houve retração desse indicador em quase todas as regiões do país: Norte (de 12,2% para 11,3%), Nordeste (de 14,8% para 13,8%) e Sudeste (de 13,2% para 12,6%).

O Nordeste (13,8%), apesar da queda na comparação trimestral, permaneceu com a maior taxa de desocupação entre todas as regiões. Na comparação anual a taxa recuou nas Regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, permanecendo estável no Sudeste e no Sul.

JOVENS
Os jovens sofrem mais com o desemprego. De acordo com os dados do IBGE, a faixa etária de 14 a 17 anos registra 1 índice de desocupação de 39%. Na faixa etária de 18 a 24 anos a taxa é de 25,3%. Já entre os mais velhos o indicador é de 4,2%.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *