Anemia

Por Cláudia Olivé Cavalcanti

Anemia é definida como a condição na qual o conteúdo de hemoglobina no sangue está abaixo do normal como resultado da carência de um ou mais nutrientes essenciais, seja qual for a causa dessa deficiência. As anemias podem ser causadas por deficiência de vários nutrientes como ferro, zinco, vitamina B12 e proteínas. Porém, a anemia causada por deficiência de ferro, denominada Anemia Ferropriva, é muito mais comum que as demais (estima-se que 90% das anemias sejam causadas por carência de Ferro). O ferro é um nutriente essencial para a vida e atua principalmente na síntese (fabricação) das células vermelhas do sangue e no transporte do oxigênio para todas as células do corpo.

Causas

As causas da Anemia por deficiência de ferro, tanto em crianças como em gestantes, são basicamente o consumo insuficiente de alimentos fontes de ferro e/ou com baixa biodisponibilidade

Sintomas

Fadiga generalizada (Cansaço físico)
Anorexia (falta de apetite)
Palidez de pele e mucosas (parte interna do olho, gengivas)
Menor disposição para o trabalho
Dificuldade de aprendizagem nas crianças
Apatia (crianças muito “paradas”).
Dores na parte inferior (pernas)

Orientação nutricional para anemia

Realizar de 5 a 6 refeições diárias

Beber de 8 a 10 copos de água por dia.

Melhorar a ingestão de alimentos ricos em ferro, como fígado, rim, carne bovina, gema de ovo, frutas secas, nozes, vegetais, folhas verdes, melado, pães de trigo integrais e cereais fortificados

Incluir alimentos ricos em vitamina C (limão, laranja, caju, acerola, abacaxi, tangerina, morango, repolho, espinafre, brócolis) após grandes refeições

Nunca consumir leite e derivados durante e até 2 horas após as principais refeições

Evitar a ingestão de chá preto, chá mate, café ou refrigerantes a base de cola nas refeições

Evitar alimentos industrializados, como as conservas (picles), geléias, salgadinhos(snacks), embutidos (mortadela, salsicha, salame)

Diminuir a ingestão de fibras, como: cereais integrais, ervilha, maça, repolho, raízes vegetais durante as principais refeições

Preferir alimentos cozidos

Recomendações

Evite pular refeições e comer devagar, mastigando bem os alimentos e não ingerir bebidas rapidamente

Realizar as refeições em locais tranquilos e na mesa

Ingerir diariamente após as refeições – Ricos em vitamina C (natural) feito na hora

Ingerir Fígado três vezes na semana

* Dr.a Cláudia Olivé Cavalcanti é Nutricionista Clínica
CRN- 5799

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *