Mulheres empreendedoras enfrentam grandes desafios no mundo dos negócios

Luzia Costa, CEO do Grupo Cetro destaca as principais dificuldades e dá dicas de como superá-las

Por Luzia Costa*

Ainda no mês considerado das mulheres, devido ao dia 8 de março, levantamos algumas reflexões de grandes figuras femininas em cargos importantes e de liderança, a frente de empresas conceituadas no mercado, e pensamos quais são seus desafios diários para se manter uma empresária de sucesso, e até mesmo, quais dificuldades enfrentaram para conquistar sua credibilidade?

Sabemos que empreender já é algo desafiador, ainda mais para empreendedoras, que podem enfrentar problemas maiores por serem mulheres, como preconceito no meio empresarial. Afinal, ainda vivemos em um mundo que fecham muitas portas para nós, desconfiando e colocando em prova a proatividade e competências femininas.

Segundo dados de uma pesquisa do Sebrae, 15,4% das mulheres decidiram empreender, enquanto apenas 12,6% dos homens tiveram a mesma atitude. Ou seja, as mulheres aos poucos estão ganhando mais espaço nos negócios, sendo 44% de empreendedoras já atuantes.

Não podemos esquecer que sim, enfrentamos desafios diferentes, porém isso nos dá forças e empoderamento. Para empreender é necessário muita força de vontade e engajamento, por isso se prepare para o que pode enfrentar e minimize os desafios que você, empreendedora, pode encontrar no seu caminho dos negócios.

Julgamento desigual

Você irá enfrentar este obstáculo, pois atualmente os homens ainda são considerados mais competentes nos negócios do que as mulheres. Este preconceito pode tornar mais difícil sua jornada, porém encontre seu ambiente e desenvolva suas habilidades sem dar tanta importância para o que as outras pessoas poderão pensar e falar de você.

Medo de fracassar

Esse medo é sustentando pelas críticas e dúvidas das capacidades das empreendedoras. O que fazem pensar que não terão economias necessárias para tal investimento e acabam por exemplo, não acreditando no seu projeto, muitas vezes. Mas confie na sua ideia e defenda o seu sonho, afinal o empreendedorismo não é fácil para ninguém.

Equilibrar vida profissional e familiar

Outra dor de cabeça que muitas mulheres enfrentam é o peso na sua consciência de não estar tão presente na vida pessoal e dos filhos. Porém lembre-se: esta responsabilidade tem que ser dividida com seu parceiro, por exemplo. Além disso, para alcançar os objetivos, temos que sacrificar alguns momentos pessoais, independente se é mulher ou homem. Siga firme na sua jornada.

Falta de apoio

No mundo dos negócios, o destaque ainda é para os homens, como citamos acima, o que pode deixar a empreendedora insegura. Mas não desista na primeira crítica que receber. Por isso, agarre a oportunidade de se liderar. Encontre apoio em outras mulheres para criar ainda mais incentivos no seu caminho. As mulheres precisam cada vez mais se unir para acabar com qualquer preconceito que ainda existe.

*Luzia Costa é CEO do Grupo Cetro, detentor das marcas Sóbrancelhas, Beryllos e DepilShop. Há mais de 12 anos no mercado, a empresária também enfrentou e ainda enfrenta alguns preconceitos no empreendedorismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *