CCBB de Brasília recebe 2a edição do Festival de Cinema BB DTVM

Mostra celebra a produção nacional, entre 14 e 19 de agosto, com projeções de 10 filmes selecionados especialmente para o Festival, que acontece também no Rio de Janeiro e em São Paulo. Em Brasília, além da exibição em salas convencionais, será possível curtir sessões ao livre; O Terno, Clarice Falcão e 5 a Seco fazem parte dos shows que enriquecem e animam a programação na capital federal

Brasília, agosto de 2018 – Devido ao enorme sucesso de sua primeira edição (2017), quando algumas sessões chegaram a registrar mais de 2 mil espectadores, o Festival de Cinema BB DTVM chega a sua segunda edição com uma nova rodada de filmes brasileiros a serem exibidos nas unidades do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) de três capitais: Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo. Brasília dá a largada ao Festival, com rica programação entre terça-feira (14/08) e domingo (19/08), quando o público da cidade vai poder ver ou rever uma seleção de dez longas de excelente safra nacional, além de curtir o som de bandas e DJs como parte das atrações.

Fotos, sinopses, programação e outras informações à imprensa em www.agenciagalo.com/bbdtvm

Na programação constam longas como Bingo – O Rei das Manhãs (2017), de Daniel Rezende, pré-selecionado pelo Brasil para uma vaga ao Oscar de Filme Estrangeiro, o recém lançado Paraíso Perdido (2018), dirigido pela Monique Gardenberg  e Como Nossos Pais (2017), de Laís Bodansky, entre outros destaques imperdíveis.  As exibições em salas acontecerão em 14/08, 15/08 e 16/08; as projeções ao ar livre em 17/08, 18/08 e 19/08. O esquenta fica por conta do set do DJ Criolina. Após as projeções, o público curte o som de Ellefante, O Terno, Cachimbó, Clarice Falcão, João Pedreira e 5 a Seco.

“A realização do Festival de Cinema BB DTVM é consequência do sucesso da primeira edição, quando a mistura de cinema e música intensificou a diversificação de público no CCBB Brasília”, explica Carolina Villalobos, diretora da Villa-Lobos Produções, que organizao evento. “Com uma programação que reúne filmes de grande sucesso e bandas e artistas queridinhos do público, prometemos dias inesquecíveis para quem gosta de cinema e música em Brasília”, completa.

PRODUÇÃO NACIONAL

A segunda edição do festival reforça o compromisso da BB DTVM, gestora de fundos de investimento do Banco do Brasil, com a ampliação do acesso à cultura e da produção cinematográfica brasileira. De acordo com a Agência Nacional do Cinema (ANCINE), foram lançados 158 títulos em 2017. O número representa um aumento de 11,3% em relação a 2016 (142 títulos) e recorde no número de lançamentos brasileiros desde 1995 (em 2014, foram 114 filmes; em 2015, 133).

A BB DTVM tem contribuído fortemente para a consolidação da qualidade e da produção cinematográfica brasileira. Mais de 100 produções foram diretamente beneficiadas pelo seu apoio desde 1996, entre grandes sucessos de bilheteria e também obras independentes, de cinema autoral e de cunho biográfico. “O sucesso do primeiro Festival criou o desejo de repetir a dose. Nessa segunda edição, a BB DTVM traz uma mostra de filmes de estética e conteúdo multidisciplinar. Uma mescla bem interessante de biografia de personalidade da cultura pop nacional, como é o caso de Bingo, passando pela discussão de temas tão relevantes em nosso cotidiano como Paraíso Perdido, culminando na fantasia de efeitos especiais de Malasartes. Para a gestora de fundos de investimento do Banco do Brasil, promover o cinema e dar acesso amplo à cultura é, verdadeiramente, gerar valor para as pessoas”, diz Paula Teixeira, diretora executiva da BB DTVM.

PROGRAMAÇÃO BRASÍLIA | 2º FESTIVAL DE CINEMA BB DTVM

Fotos, sinopses, programação e outras informações à imprensa em www.agenciagalo.com/bbdtvm

14 DE AGOSTO, TERÇA-FEIRA

Ouro, Suor e Lágrimas

Horário – 18h

Data de lançamento – 6 de agosto de 2015

Duração – 1h32

Direção – Helena Sroulevich

Sinopse – A história da década mais vitoriosa das seleções brasileiras de voleibol de quadra. Um convívio íntimo com os atletas e os técnicos Bernardinho e Zé Roberto Guimarães que buscam revelar o segredo do sucesso das seleções.

Classificação indicativa: 10 anos

João, o Maestro

Horário – 20h

Data de lançamento – 17 de agosto de 2017

Duração – 1h56

Direção – Mauro Lima

Elenco – Alexandre Nero, Rodrigo Pandolfo, Alinne Moraes, Fernanda Nobre, Caco Ciocler, Davi Campolongo, Geytsa Garcia, Alice Assef, João Carlos Martins, Giulio Lopes, Neco Villa Lobos, Domingos Antonio, Joca Andreazza, Edu  Guimarães, Marcelo Laham, Ondina Clais.

Sinopse – Quando criança, João Carlos Martins foi considerado um prodígio do piano. Aos poucos, sua fama ganhou os noticiários e levou o músico à Europa e a outros países da América do Sul. Estabelecido como pianista de sucesso, na fase adulta, sofre um acidente que prejudica o movimento da mão direita. João tenta se reestabelecer e, enquanto isso, apresenta-se em concertos para uma mão só. No entanto, um segundo acidente retira os movimentos da mão esquerda, o que faz com que ele, mais uma vez, tenha que se reinventar.

Classificação indicativa: 14 anos

15 DE AGOSTO, QUARTA-FEIRA

Divórcio

Horário – 18h

Data de lançamento – 21 de setembro de 2017

Duração – 1h50

Direção – Pedro Amorim

Elenco – Camila Morgado, Murilo Benício, Luciana Paes, Thelmo Fernandes, André Mattos, Angela Dip, Cynthia Falabella, Bruna Tornarelli, Antonio Petrin, Lu Grimaldi, Gustavo Vaz, Robson Nunes, Sabrina Sato, Paulinho Serra.

Sinopse: O casal Noeli (Camila Morgado) e Júlio (Murilo Benício) leva uma vida humilde, até que ficam ricos depois de criar um molho de tomate que é sucesso nacional. Com o passar dos anos os dois vão se distanciando e um incidente é a gota d’água para a separação. Cada um em busca do melhor advogado para defender seu patrimônio, eles entram em um processo de divórcio bastante conturbado.

Classificação indicativa: 12 anos

Como Nossos Pais

Horário – 20h

Data de lançamento – 31 de agosto de 2017

Duração – 1h42

Direção – Laís Bodanzky

Elenco: Maria Ribeiro, Clarisse Abujamra, Paulo Vilhena, Felipe Rocha, Jorge

Mautner, Herson Capri, Sophia Valverde.

Sinopse: Rosa (Maria Ribeiro), 38 anos, é uma mulher que se encontra em uma fase peculiar de sua vida, marcada por conflitos pessoais e geracionais: ao mesmo tempo em que precisa desenvolver sua habilidade como mãe de suas filhas, manter seus sonhos, seus objetivos profissionais e enfrentar as dificuldades do casamento, Rosa também continua sendo filha de sua mãe, Clarice (Clarisse Abujamra), com quem possui uma relação cheia de conflitos.

Classificação indicativa: 14 anos

16 DE AGOSTO, QUINTA-FEIRA

A Menina Índigo

Horário – 16h

Data de lançamento – 12 de outubro de 2017

Duração – 1h39

Direção – Wagner de Assis

Elenco – Letícia Braga, Murilo Rosa, Fernanda Machado, Paulo Figueiredo, Eriberto Leão, Priscilla Assum, Xuxa Lopes, Nizo Netto.

Sinopse: Sofia (Letícia Braga) é uma garota de sete anos que enfrenta problemas na escola. Depois de se trancar em uma sala e pintá-la por completo, seu pai (Murilo Rosa) é chamado. Afastado da filha devido ao trabalho como jornalista, ele se reaproxima após o pedido da própria Sofia para que more com ele. Aos poucos, ele percebe que Sofia não só é uma criança bastante espontânea que se manifesta através da pintura, mas que também tem o dom de curar pessoas doentes.

Classificação indicativa: Livre

Eu Fico Loko

Horário – 18h

Data de lançamento – 12 de janeiro de 2017

Duração – 1h32

Direção – Bruno Garotti

Elenco – Filipe Bragança, Christian Figueiredo, Giovanna Grigio, Isabella Moreira, Michel Joelsas, Alessandra Negrini, Marcello Airoldi, Suely Franco, José Victor Pires, Thomaz Costa, Wellington Muniz, Thânia Khallil.

Sinopse: Christian (Filipe Bragança) é um adolescente pouco popular na escola, que também não tem vida fácil em casa. Enquanto sofre bullying dos colegas e busca a sua própria identidade, ele se preocupa com o primeiro beijo, a primeira noite com uma garota. Christian também é um cinéfilo que grava paródias de filmes para colocar na internet. Aos poucos, ele decide usar as redes sociais para contar as suas histórias de vida.

Classificação indicativa: 12 anos

TOC – Transtornada Obsessiva Compulsiva

Horário – 20h

Data de lançamento – 2 de fevereiro de 2017

Duração – 1h45

Direção: Paulinho Caruso  e Teodoro Poppovic

Elenco: Tatá Werneck, Bruno Gagliasso, Vera Holtz, Luis Lobianco, Daniel Furlan,

Ingrid Guimarães, Pedro Wagner, Mário Gomes, Luciana Paes, Laura Neiva, Fábio

Marcoff.

Sinopse – Kika K (Tatá Werneck) é uma atriz que está em novelas, campanhas publicitárias e é idolatrada por milhões de fãs. Mas por trás das aparências, está em crise com sua vida pessoal e profissional, enquanto precisa lidar com as limitações de seu transtorno obsessivo compulsivo. Kika se depara com Felipão, um fã obsessivo (Luis Lobianco), um namorado galã sem noção (Bruno Gagliasso) e os compromissos profissionais marcados pela exigente empresária (Vera Holtz).

Classificação indicativa: 14 anos

17 DE AGOSTO, SEXTA-FEIRA

DJ Criolina – a partir das 18h

À frente de projetos como a festa Criolina e a produtora Só Som Salva, Rodrigo Barata e Tiago Pezão apresentam um repertório tão diversificado quanto as atividades que realizam em Brasília, misturando ritmos da mesma forma que misturam os ofícios de produção cultural, design gráfico, músico e DJ. Nos discos, músicas que vão se perdendo na história se juntam a outras que vão fazendo história. Uma seleção que defende o produto nacional desde suas raízes até as misturas modernas, dando peso, suingue e versatilidade às apresentações. Ao longo dos mais de 15 anos de profissão, já participaram de todos os tipos de festas, clubs, festivais e shows em Brasília no Brasil, Austrália, América do Sul e Europa.

Hoje tocam a Cervejaria Criolina, que é um galpão cultural que realiza shows, espetáculos, oficinas e festas, além de fazerem sua própria cerveja.

Bingo – O Rei das Manhãs

Horário – 19h30 (exibição ao ar livre)

Data de lançamento – 24 de agosto de 2017

Duração – 1h53

Direção – Daniel Rezende

Elenco – Vladimir Brichta, Leandra Leal, Augusto Madeira, Ana Lúcia Torre, Tainá Müller, Emanuelle Araújo, Cauã Martins, Soren Hellerup.

Sinopse: Cinebiografia de Arlindo Barreto, um dos intérpretes do palhaço Bozo no programa matinal homônimo exibido pelo SBT durante a década de 1980. Barreto alcançou a fama graças ao personagem, apesar de jamais ser reconhecido pelas pessoas por sempre estar fantasiado. Esta frustração o levou a se envolver com drogas, chegando a utilizar cocaína e crack nos bastidores do programa.

Classificação indicativa: 16 anos

Show Ellefante – 21h30

O trio brasiliense é formado pelo vocalista e guitarrista Fernando Vaz,

pelo baixista Adriano Pasqua e pelo baterista João Dito. As músicas da Ellefante

tem uma proposta madura e fazem um mix de música brasileira, pop blues e

outras influências do rock alternativo que vão de folk music a ritmos africanos.

As influências são uma mistura de nomes brasileiros como Caetano Veloso,

Gilberto Gil e Jorge Ben e nomes internacionais como Jeff Buckley, John Mayer

com uma pitada de psicodelia do Beck.

https://www.youtube.com/ellefanteoficial

Classificação indicativa: 16 anos

Show O Terno – 22h30

Depois de serem aclamados no Lollapalooza Brasil 2018, a banda O Terno apresenta show do disco Melhor do Que Parece. No palco, além de Tim Bernardes (guitarras e vocal), Guilherme d’Almeida (baixo) e Biel Basile (bateria), estará o trio de sopros com Amilcar Rodrigues (trompete), Filipe Nader (saxofone) e Douglas Antunes (trombone). Uma das canções que aparecem no show é Não Espero Mais, atualmente na trilha sonora de Malhação.

https://www.youtube.com/oterno

Classificação indicativa: 16 anos

18 DE AGOSTO, SÁBADO

DJ Criolina  – a partir das 18h

À frente de projetos como a festa Criolina e a produtora Só Som Salva, Rodrigo Barata e Tiago Pezão apresentam um repertório tão diversificado quanto as atividades que realizam em Brasília, misturando ritmos da mesma forma que misturam os ofícios de produção cultural, design gráfico, músico e DJ. Nos discos, músicas que vão se perdendo na história se juntam a outras que vão fazendo história. Uma seleção que defende o produto nacional desde suas raízes até as misturas modernas, dando peso, suíngue e versatilidade às apresentações. Ao longo dos mais de 15 anos de profissão, já participaram de todos os tipos de festas, clubs, festivais e shows em Brasília no Brasil, Austrália, América do Sul e Europa.

Hoje tocam a Cervejaria Criolina, que é um galpão cultural que realiza shows, espetáculos, oficinas e festas, além de fazerem sua própria cerveja.

Paraíso Perdido

Horário – 19h30 (exibição ao ar livre)

Data de lançamento – 31 de maio de 2018

Duração – 1h50

Direção – Monique Gardenberg

Elenco: Lee Taylor, Jaloo, Júlio Andrade, Hermila Guedes, Julia Konrad, Erasmo

Carlos, Seu Jorge, Malu Galli, Humberto Carrão, Marjorie Estiano, Felipe Abib, Celso Frateschi, Nicole Puzzi.

Sinopse: Paraíso Perdido é um clube noturno gerenciado por José (Erasmo Carlos) e movimentado por apresentações musicais de seus herdeiros. O policial Odair (Lee Taylor) se aproxima da família ao ser contratado para fazer a segurança do jovem talento Ímã (Jaloo), neto de José e alvo frequente de homofóbicos, e aos poucos o laço entre o agente e o clã de artistas românticos vai se revelando mais e mais forte – com nós surpreendentes.

Classificação indicativa: 14 anos

Show Cachimbó – 21h30

Formada pela vocalista baiana Lai, pelo brasiliense João, responsável pelos sintetizadores e batidas eletrônicas e pelo carioca Paulo, nas guitarras, o trio sintetiza em seu trabalho influências do synthpop e do indie-rock com bases e raízes da música brasileira.

https://www.youtube.com/channel/UC4lWyw8nweIPdszQWaZRbQQ

Classificação indicativa – 16 anos

Show Clarice Falcão -22h30

Composições brilhantes não dependem de arranjos brilhantes. Por mais que

produções cuidadosas transformem boas ideias em canções inesquecíveis, a

essência de uma faixa independe daquilo que a cobre. A espinha dorsal de

uma música é a sua verdade, sua vulnerabilidade, o sentimento bruto de um

artista entregue. E esse é pilar de Voz e Guitarra e Mais Coisa, show de Clarice

Falcão. O espetáculo traz a artista acompanhada de somente um

músico, o guitarrista João Erbetta, e reinventa o repertório autoral de Clarice

com arranjos sucintos e rebuscados, dando uma nova luz às canções dela. A direção é do pai da cantora, João Falcão.

https://www.youtube.com/watch?v=UlPCshKhdkw

Classificação indicativa: 16 anos

19 DE AGOSTO, DOMINGO

DJ Criolina – a partir das 17h

À frente de projetos como a festa Criolina e a produtora Só Som Salva, Rodrigo Barata e Tiago Pezão apresentam um repertório tão diversificado quanto as atividades que realizam em Brasília, misturando ritmos da mesma forma que misturam os ofícios de produção cultural, design gráfico, músico e DJ. Nos discos, músicas que vão se perdendo na história se juntam a outras que vão fazendo história. Uma seleção que defende o produto nacional desde suas raízes até as misturas modernas, dando peso, suíngue e versatilidade às apresentações. Ao longo dos mais de 15 anos de profissão, já participaram de todos os tipos de festas, clubs, festivais e shows em Brasília no Brasil, Austrália, América do Sul e Europa.

Hoje tocam a Cervejaria Criolina, que é um galpão cultural que realiza shows, espetáculos, oficinas e festas, além de fazerem sua própria cerveja.

Malasartes e o Duelo com a Morte

Horário – 18h30 (exibição ao ar livre)

Data de lançamento – 10 de agosto de 2017

Duração –  1h50

Direção – Paulo Morelli

Elenco: Jesuíta Barbosa, Ísis Valverde, Júlio Andrade, Leandro Hassum, Vera Holtz, Milhem Cortaz, Luciana Paes, Julia Ianina, Augusto Madeira.

Sinopse: Pedro Malasartes (Jesuíta Barbosa) é um malandro que, por mais que seja

apaixonado por Áurea (Ísis Valverde), não resiste a um rabo de saia. Devendo muito dinheiro a Próspero (Milhem Cortaz), irmão de sua amada, Malasartes precisa escapar ele ao mesmo tempo em que prega peças, sempre usando a inteligência, de forma a conseguir alguns trocados. Só que seu padrinho, a Morte (Julio Andrade) em pessoa, tem outros planos para ele.

Classificação indicativa – 12 anos

Show João Pedreira – 20h30

Entre os novos artistas de Brasília, João Pedreira tem adquirido espaço, em

trânsito com seu trabalho solo cênico musical. O cantor, compositor e ator

brasiliense já é conhecido pelo público da capital, por sua atuação no

jovem e premiado Grupo Tripé. Seu trabalho se volta às questões do homem pós-

moderno, paramentado por um verdadeiro baú de referências sonoras, que

colocam em destaque as letras e a performance do artista.

https://www.youtube.com/watch?v=8CaHfTr7HUc

Classificação indicativa – 16 anos

Show 5 a Seco – 21h20

Um grupo formado por 5 artistas, todos compositores, sem protagonistas. Também são cantores e instrumentistas. O primeiro álbum do grupo foi gravado em 2011 no

Auditório Ibirapuera e contou com as participações de Lenine, Chico César e Maria Gadu. O CD/DVD está inteiramente disponível no youtube. O segundo álbum do grupo foi gravado no estúdio Gargolândia.

https://www.youtube.com/user/5aSeco

Classificação indicativa – 16 anos

SERVIÇO |   Festival de Cinema BB DTVM

Local: CCBB Brasília

Endereço: SCES Trecho 2 – Brasília/DF

Temporada: 14 a 19 de agosto

Ingresso: Todas as atividades do Festival são gratuitas. Para as sessões no cinema,

as senhas são distribuídas na bilheteria do CCBB uma hora antes de cada sessão.

Para o cinema ao ar livre, a entrada no CCBB estará sujeita à capacidade do espaço.

Informações: (61) 3108-7600.

Classificação indicativa: consultar a classificação indicativa dos filmes na

programação. Para as sessões e shows ao ar livre, a classificação é 16 anos.

Sobre a BB DTVM –  A BB Gestão de Recursos – Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A. é uma empresa especialista na gestão de recursos de terceiros e na administração dos fundos de investimento dos clientes do Banco do Brasil, distribuídos na maior rede de atendimento bancário do país. A empresa iniciou suas atividades em 1986 e, ao longo desses anos, passou por mudanças para aperfeiçoar sua estrutura. A BB DTVM é líder da indústria nacional de fundos de investimento e carteiras administradas, com patrimônio superior a R$ 500 bilhões, conforme ranking da ANBIMA.  A atuação do Banco do Brasil no cenário cultural é focada, principalmente, no patrocínio a projetos realizados nos Centros Culturais do Brasil (CCBBs), localizados em Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte. Mesmo assim, a instituição não deixa de oferecer apoio a outras ações pelo país, pois acredita que fomentar a cultura é proporcionar à sociedade significativas expressões artísticas, proporcionando experiências interativas e transformadoras.

Sobre a Villa-Lobos Produções – A Villa-Lobos Produções realiza e produz projetos em diversas áreas culturais, como música, teatro e cinema. Desde 2009 produz shows, como Muito Pouco, de Paulinho Moska, na Caixa Cultural, em 2011; festival Invasão baiana, no CCBB, em 2014; 9º e 10º FICI – Festival Internacional de Cinema Infantil, em 2011 e 2012; I e II BIFF – Brasília International Film Festival, em 2012 e 2013. Como realizadora, tem projetos como o documentário de longa-metragem O Prólogo, em 2013, com patrocínio da Fundação CSN e o projeto Os Filhos dos Caras, em 2015, com shows de Luciana Mello, Jair Oliveira, Max de Castro, Simoninha e Léo Maia, em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo.

A Villa-Lobos também incentiva a carreira de artistas independentes, trabalhando com produção executiva e artística de seus trabalhos autorais, como os músicos Tito Marcelo, Carlos Pial e João Pedreira, e as bandas O Tarot e Transquarto.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *