Prosa da Casa Manga com Leite debate ‘O Papel do Negro nas Lutas Revolucionária e Institucional’

Evento faz parte do Novembro Resistência na Casa Manga com Leite, cuja proposta é reverenciar a Consciência Negra e propor a Unidade Popular contra o fascismo: Ninguém solta a mão de ninguém

O Papel do Negro nas Lutas Revolucionária e Institucional’ é o tema da Prosa da Casa desta terça-feira (13), a partir das 19 horas. A roda de conversa faz parte do Novembro Resistência na Casa Manga com Leite, cuja proposta é reverenciar a Consciência Negra e propor a Unidade Popular contra o fascismo: Ninguém solta a mão de ninguém.

Para introduzir ao debate com os presentes, a Casa Manga com Leite convidou o diplomata Juan Pozo, primeiro-secretário da Embaixada de Cuba. Com ele pretendemos tratar do tema referenciado pelo papel da população negra cubana na construção da revolução socialista e na resistência às investidas do imperialismo contra a soberania nacional cubana.

A mediação será tarefa da educadora social Santa Alves, presidente da União dos Negros pela Igualdade no Distrito Federal, entidade parceira da Casa na realização do Novembro Resistência.

Nesta Prosa vamos falar também dos nossos heróis e heroínas negros e negras na luta pela liberdade, seja com a voz ou o fuzil: começando por Zumbi dos Palmares, Dandara e Teresa de Benquela, nossos líderes quilombolas; e por Nzinga, a rainha que liderou a luta contra o colonialismo português ainda no século 17; passando pelos cubanos Mariana Grajales e Juan Almeida Bosque, o comandante negro da Revolução Cubana; Osvaldão e Helenira Rezende, comandantes da Guerrilha do Araguaia; os lutadores da liberdade africana Winnie e Nelson Mandela; Patrick Mulumba, Amílcar Cabral, Agostinho Neto e Samora Machel, até das-os contemporâneas-os lutadoras-es negras e negros do Brasil e do Mundo.

Para compor o cenário Música, comes e bebes, a cantora e compositora Marina Andrade vai apresentar músicas de sua autoria e o melhor da MPB. A chef Leila Negalize, do Ewe Bistrô Etnogastronomia, preparará um de seus deliciosos pratos com forte levada afrobrasileira.

Novembro Resistência

O Novembro Resistência é uma série de atividades para comemorar o mês da Consciência Negra. Mais que festejar, são eventos para também debatermos neste momento político extremamente crítico para o povo brasileiro em geral e, especificamente, para o povo negro ameaçado em seus direitos, em sua cultura, em sua religiosidade e em sua existência física.

No dia 8 foi realizada a Prosa da Casa com o tema Eleições e Perspectivas Políticas num Ambiente de Ameaça à Liberdade, aos Direitos e à Vida. Nesta Prosa foi debatido o papel dos partidos progressistas e democratas e dos movimentos sociais nas eleições de outubro último, a situação dos negros, a resistência e o futuro do Brasil, dos movimentos sociais e do povo.

Os prosadores foram Marivaldo Pereira, militante do PSOL e candidato a senador nas últimas eleições; Renan Rosa de Arruda, membro da Coordenação Regional do PCO; Conceição Silva, da coordenação nacional da Unegro (União dos Negros pela Igualdade); Rosimeri Mello, do Movimento Popular Socialista do PSB; e Geovany Costa Silva, coordenador geral do MNU (Movimento Negro Unificado). A mediação foi de Santa Alves, secretaria de Igualdade Racial do PC do B e presidente da Unegro do Distrito Federal.

Não à Violência Contra as Mulheres

A terceira Prosa da Casa acontecerá no dia 28. Seu tema é Pela Vida das Marielles, Cláudias, Marias e Clarices. A ideia é promover um debate por ocasião da Semana Internacional para Eliminação da Violência Contra as Mulheres, com foco na violência sexual, familiar, social, policial, trabalhista e política contra as mulheres, especialmente as negras. A semana acontece tendo como referência o dia 25 de novembro, que lembra o assassinato brutal em 1960 das irmãs Pátria, Minerva e Maria Teresa, conhecidas por “Las Mariposas”. Elas foram eliminadas a mando do ditador Rafael Leônidas Trujillo, da República Dominicana.

Para esta Prosa, a Casa Manga com Leite convidou mulheres dirigentes de entidades feministas e LGBTs e de alas partidárias que empoderam as mulheres. Nosso propósito é também reverenciar a memória de mulheres brasileiras lutadoras e vítimas da violência que tem vitimado especialmente as pobres e negras. Margarida Maria, Cláudia e Marielle presentes! Em outra vertente queremos lembrar as esposas e mães que sofreram com os horrores das ditaduras, evocando a luta para que outro regime autoritário não se estabeleça em nosso país e evitemos que outras Marias e Clarices venham a chorar.

No momento Música, comes e bebes do dia, teremos novamente a cantora e compositora Marina Andrade, com suas músicas próprias e o melhor da MPB, e a chef Leila Negalize, do Ewe Bistrô Etnogastronomia, a oferecer um prato especial aos presentes.

Mugunzê da Resistência

Mugunzê da Resistência, uma Festa de Preto acontecerá no dia 22, próximo ao 20 de Novembro, o dia da morte de Zumbi dos Palmares, estabelecido como data nacional da Consciência Negra. É o dia principal das lutas dos negros contra a opressão e a in justiça que perduram até hoje como nefastas heranças escravocratas.

Mugunzê da Resistência, uma Festa de Preto será Um encontro entre a África e o Brasil, com culinária, música, dança e artesanato. Mugunzê significa “Festa de Preto” em idioma kimbundo, uma das etnias que compõe o povo angolano. O objetivo é mostrar como a influência africana é tão rica e importante na formação do nosso povo. Queremos ainda refletir sobre as ameaças que sofremos por parte daqueles que até hoje carregam em seus DNAs a herança dos escravocratas e sequer assimilam a existência da Lei Áurea.

Confira a programação da Casa:

Dia 13 (terça)

Prosa da Casa

O Papel do Negro nas Lutas Revolucionária e Institucional

Para esta Prosa a Casa Manga com Leite convidou o diplomata Juan Pozo, primeiro-secretário da Embaixada de Cuba. Juan Pozo é um experiente militante negro de Cuba e vem dialogar conosco sobre o tema, tendo como referência o papel da população negra cubana na construção da revolução socialista e na resistência às investidas do imperialismo contra a soberania nacional cubana.

20h30

Música, comes e bebes

Para compor o cardápio musical e culinário da noite, além da cantora e compositora Marina Andrade, com suas músicas próprias e o melhor da MPB, a Casa Manga com Leite convidou a chef Leila Negalize, do Ewe Bistrô Etnogastronomia, uma das parceiras da Casa em nosso projeto de economia solidária.

Dia 22 (quinta)

19 horas

Mugunzê da Resistência, uma Festa de Preto

Um encontro entre a África e o Brasileira, com culinária, música, dança e artesanato

Neste dia a Casa Manga com Leite promoverá um Mugunzê. Mugunzê significa “Festa de Preto” em idioma kimbundo, uma das etnias que compõe o povo angolano. Será um encontro entre as culturas africana e afro-brasileira. A cultura africana virá da culinária de Angola, pelas mãos da jornalista, documentarista e professora angolana Marisol Kadiegi, que prepará um prato típico de seu país, o moamba de carne seca. A cultura afro-brasileira ficará aos cuidados do Tambor de Crioula Flores de São Bendito, música e dança de origem africanas, com forte presença no Maranhão. A programação do dia se completa com uma exposição de artesanatos brasileiros e angolanos.

Dia 28 (quarta)

19 horas

Prosa da Casa

Pela Vida das Marielles, Cláudias, Marias e Clarices

Aqui chegamos à Semana Internacional para Eliminação da Violência Contra as Mulheres e esta prosa da Casa Manga com Leite objetiva debater a violência sexual, familiar, social, trabalhista e política contra as mulheres, especialmente as negras. A data é alusiva ao dia 25 de novembro de 1960, que lembra o assassinato brutal das irmãs Pátria, Minerva e Maria Teresa, as “Las Mariposas”, que combatiam a ditadura de Rafael Leônidas Trujillo, da República Dominicana.

Queremos aqui lembrar as nossas Marielles, Cláudias, Marias, Clarices e todas as mulheres que tombaram e que luta contra todas as formas de violência, em defesa da vida, de seus filhos, de seus maridos, de seus colegas, de todos nós. Para tanto, estamos convidando as militantes feministas, LGBTs, as dirigentes sindicais, as dirigentes políticas e todas aquelas e aqueles que estão conosco.

20h30

Música, comes e bebes

A novamente a Casa Manga com Leite convidou a cantora e compositora Marina Andrade, que apresentará composições próprias e sucessos da MPB, teremos a chef Leila Negalize, do Ewe Bistrô Etnogastronomia para oferecer um prato especial aos presentes.

Casa Manga com Leite

Rua Espírito Santo Casa 9 Vila Planalto

Contatos: 61 985430376 e 3522.1037

www.mangacomleite.net.br

joaonegrabsb@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *